Queres saber como ganhar dinheiro a partir de casa? Então continua a ler porque trago neste artigo alternativas para todos os gostos.

Felizmente o mundo evoluiu e a tecnologia permite que nos dias de hoje seja possível ganhar dinheiro a partir de casa.

Está muito enganado quem pensa que só se consegue ganhar dinheiro saindo de casa para trabalhar ou tendo um trabalho por conta de outrem.

Quer sejas estudante, estejas desempregado ou queiras simplesmente ganhar um dinheiro extra, no artigo de hoje vou partilhar contigo como podes ganhar dinheiro a partir de casa e rentabilizares ao máximo o tempo que lá passas.

trabalhar-a-partir-casa

A premissa para ganhar dinheiro a partir de casa é bem simples: encontra uma coisa em que és bom/boa e mete-a a render.

1 – Ensina algo que saibas fazer

Se o teu forte são as línguas, podes ensinar Inglês, Alemão, Francês e até mesmo Português.

Se fores bom a matemática, podes dar explicações a alunos mais novos ou mesmo aos teus colegas.

Costura, pintura ou bijuteria são o teu forte? Já pensaste que pode existir alguém mortinho por aprender como fazê-lo?

Sabes tocar viola? Ensina alguém que queira aprender a tocar.

Dominas programas como o Excel, Photoshop, Lightroom, programas de edição de vídeo ou até mesmo programação? Tenho a certeza que não faltam por aí pessoas que queiram aprender a trabalhar com este tipo de programas.

Bom, os exemplos já vão longos e tu já percebeste a ideia, correcto?

Reflecte sobre as tuas capacidades e habilidades e quando encontrares aquilo em que és bom/boa, escreve numa folha tudo o que podes ensinar sobre isso tudo o que os teus alunos vão aprender a fazer, e acima de tudo, quanto vais cobrar para o ensinar.

Depois, só tens de dar asas à imaginação e divulgar os teus serviços da forma mais original.

Cria uma página de Instagram ou utiliza a tua pessoal, partilha as tuas aulas em grupos do Facebook, cria um site gratuito, deixa papéis no café da zona, divulga por familiares ou amigos, etc.

As hipóteses são mesmo muitas e até podes escolher todas, mas o importante é que divulgues os serviços. Porque se não os divulgares, ninguém vai saber que eles existem.

trabalhar-a-partir-casa
2 – Vende coisas que já não usas

Esta é básica, é um clássico mas é das formas mais eficazes e mais inteligentes de ganhar um dinheiro extra.

Porquê?

Porque ganhas dinheiro com coisas que já não usas e que só estão a ocupar espaço em tua casa. É um dois em um.

Percorre as divisões de tua casa, uma a uma, e de forma imparcial decide do que te podes livrar. 

Se tiveres dúvidas ou alguma dificuldade nesse processo, olha para as coisas e visualiza as notas a mais que elas vão significar na tua conta bancária. 

Mobília, Electrodomésticos, Electrónica, Roupa, Livros, Bijuteria, etc.. existem oportunidades (e valor, mesmo que residual) em tudo o que tens em tua casa e já não queres.

Deixo-te três dicas:

– Coloca sempre o preço uns € 10 mais alto do que aquilo que estavas a planear. Porquê? Porque sei, por experiência própria, que o Português nas compras em 2ª mão tenta sempre negociar. Com o preço mais alto tens margem para o desceres, agradares o teu clientes e finalizares a compra.

– Perde um pouco de tempo e tira fotografias com qualidade. Afinal de contas, são elas que vão vender o teu produto. Certifica-te que o produto está limpo e em condições, que a luz para a fotografia é boa e que não existe lixo visual na fotografia que desvie as atenções.

– Dá o máximo de detalhes no teu anúncio para evitares a troca constante de e-mails ou mensagens. Tira mais do que uma fotografia e em ângulos diferentes, e dá o máximo de detalhes que te lembres.

Para colocares as tuas coisas à venda sugiro sites como o OLXCusto Justo ou o Marketplace do Facebook. Se estiveres inspirado/a coloca o anúncio nas três plataformas, garantindo assim uma probabilidade de venda muito maior.

Para venderes a tua roupa existem sites como a Micolet e a My.Cloma.

E não desanimes se não venderes logo as tuas coisas ok? Eu tive um anúncio no OLX mais de 6 meses, e sempre que expirava eu renovava-o. Até que um belo dia, PLIM, recebi um contacto, fiz a venda e a minha conta bancária ganhou € 50,00.

Outras alternativas a estas plataformas mais conhecidas são publicações no teu mural ou em grupos próprios do Facebook, ou a criação de uma página própria no Instagram caso tenhas muita coisa para vender. Vê este exemplo.

Existe também a possibilidade de participares numa feira da bagageira ou num mercado ou iniciativa local onde possas montar a tua banca.

A ideia aqui é que coloques mãos à obra e que te vejas livre de coisas que já não queres, que já não usas e que só te estão a ocupar espaço em casa.

vender-coisas
3 – Faz Questionários On-Line

Não rendem nenhuma fortuna e não estão sempre a aparecer, mas se passas muito tempo em casa, porque não?

Os sites com questionários on-line que eu conheço e recomendo são os da NetsondaSmartOpinionMarktest ou o Painel de Estudos da Universidade Católica mas existem muitos outros que encontras com uma simples pesquisa no Google.

Eu já usei todos eles, não ganhei nenhuma fortuna, mas de vez em quando lá vinha um cartão de € 20 euros!

4 – Vende Comida

Se passas muito tempo em casa e gostas de cozinhar, só não ganhas dinheiro com isso se não quiseres.

Podes tratar do catering para uma festa de um amigo ou familiar, podes fazer bolos de aniversário ou uns simples salgados para vender.. há muitas hipóteses e só tens de fazer a promoção dos teus serviços nos sítios certos.

(Se a minha sogra fizesse as contas ao dinheiro que já ganhou a vender salgados…upa upa!)

5 – Vende a tua arte

Se gostas de costurar, costura coisas úteis que as pessoas possam usar, e vende-as.

A tua paixão é a fotografia? Tira fotos espectaculares e vende-as.

Se és Designer Gráfico, cria e vende logos e branding para empresas.

Se gostas de pintar, pinta quadros que fiquem bem nas casas das pessoas ou ilustrações digitais.

Vende colares, brincos e pulseiras feitos por ti.

Enfim, se és habilidoso/a (quem me dera) constrói ou procura plataformas digitais onde possas vender a tua arte e ganha algum dinheiro com isso.

6 – Utiliza plataformas de Freelance

Há muitas plataformas on-line de prestação de serviços onde podes encontrar pessoas que estão à procura daquilo que tu sabes fazer.

O Upwork foi a única plataforma deste estilo que eu utilizei e é por isso que a recomendo. Ganhei dinheiro com ela a fazer traduções e transcrições por isso dá uma olhada porque eles têm ofertas para muitas áreas diferentes.

Neste artigo do Nomadismo Digital encontras uma lista de sites para começares a trabalhar on-line como freelancer, por isso é só mesmo escolheres.

Deixo-te um conselho importante na utilização destas plataformas: tempo é dinheiro, e é importante que analises muito bem uma proposta e o tempo que ela te vai demorar a fazer antes de aceitares o trabalho.

Há trabalhos cujo pagamento não é justo para o tempo que vais despender e deves valorizar-te acima de tudo.

trabalhar-a-partir-casa
7 – Cria e Vende Produtos Digitais

Gostas e tens jeito para criar produtos digitais? Planners, media kits, workbooks, agendas digitais, modelos de e-books, checklists, etc?

Então usa a tua criatividade e o teu gosto pessoal para criares modelos que outras pessoas possam utilizar, e vende-os.

A parte boa é que só precisas de os criar uma vez.

Sites como o Canva são óptimos para o fazer e o Hotmart e a Shopify para os vender.

8 – Cria um Negócio Digital

Há algo sobre o qual gostes de falar e sobre o qual tenhas conhecimentos?

Se sim, pega nisso e cria um blog ou um canal de Youtube que te permita ganhar dinheiro enquanto exploras uma paixão.

Há espaço para todos na Internet e só tens de ser genuíno para te conseguires destacar e arranjares a tua voz.

Podes ganhar dinheiro com publicidade, com parcerias com marcas, ou mesmo vendendo os teus próprios produtos ou serviços.

Eu peguei na minha paixão pelo dinheiro e pela organização financeira e criei este projecto que tanto gozo me dá.

E até já consegui ganhar dinheiro com ele criando o meu Curso On-Line de Poupança.

9 – Revende Produtos

A revenda de produtos permite que obtenhas lucro no conforto de tua casa e sem a chatice de gerir um espaço físico, stocks, fornecedores e etc.

Já deves ter ouvido falar de programas de revenda e dos que eu conheço o da Oriflame é o que eu recomendo.

Porquê?

Porque é o que dá mais benefícios como de 23% a 30% de lucro sobre todos os produtos, prémios para novos membros, não tem obrigatoriedade ou mínimo de encomendas, não tem taxa de inscrição (não sendo por isso um esquema em pirâmide) e muitos outros incentivos.

Podes saber mais sobre isto com a Bárbara que é Chefe Distrital na Oriflame, minha conhecida e que terá todo o gosto em explicar-te melhor como tudo funciona. Se não quiseres perder mais tempo e já estiveres convencida/o inscreve-te através deste link.

trabalhar-a-partir-casa

Espero ter-te inspirado com este artigo a começares já hoje a ganhar dinheiro a partir de casa.

Mete mãos à obra, identifica aquilo em que és bom e começa a facturar. Só não vais conseguir, se não tentares.

Partilha este post com um familiar ou amigo que aches que pode gostar.

Obrigada por estares desse lado.

Cat

Share: