poupar-alimentação

Queres saber como poupar em alimentação e reduzir este gasto recorrente do teu orçamento? Então continua a ler porque trago neste artigo um conjunto de dicas que fazem TODA a diferença na hora de reduzir este gasto.

Mas antes de avançarmos para as dicas propriamente ditas, gostava de deixar claro que tudo começa no Supermercado.

Se fizeres compras inteligentes e intencionais tens metade do trabalho de poupança feito. Por isso, certifica-te que lês o artigo que escrevi sobre Como Poupar Dinheiro no Supermercado antes de continuares, porque está cheio de dicas importantes.

poupar-dinheiro-supermercado
1. Organiza-te

Para além do Supermercado, a organização também desempenha um papel fundamental na hora de poupar dinheiro em alimentação.

Porquê?

Porque se te organizares tens sempre algo para comer em casa, sabes exactamente aquilo que vais cozinhar no dia, e não compras comida em excesso que pode acabar desperdiçada. 

Organização é chave por isso pondera começares a decidir os menus da semana com antecedência e a fazeres as tuas compras em função do que definiste como ementa.

Se imaginação não for o teu forte e não tiveres paciência para decidir pratos para cozinhar para a semana toda, podes basear o teu menu semanal naquilo que estiver em promoção no supermercado (certificando-te, obviamente, que tens um menu variado nutricionalmente). 

2. Opta por alimentos mais baratos 

A grande premissa para poupar em alimentação é esta: ela fica mais barata, quanto mais baratos forem os tipos de alimentos que escolhes consumir

Podes comer salmão 3 vezes por semana ou de 15 em 15 dias, tu decides. No entanto, tenho um feeling que a tua factura no supermercado vai ficar mais reduzida se comeres salmão com menos frequência.

Este exemplo serve para ilustrar um comportamento que podes mudar se quiseres reduzir de forma eficaz a conta do supermercado.

Começa a optar por alimentos mais baratos, e vais ver que faz toda a diferença.  

3. Compra em grandes quantidades 

Adopta esta estratégia apenas para coisas que consomes com frequência porque é quase sempre mais económico comprar o produto em quantidade maior.  

Aproveita também as promoções desses produtos para reforçares o teu stock e os comprares sempre ao preço mais baixo.

4. Evita alimentos processados e já arranjados 

A preguiça é das maiores inimigas da poupança e quanto mais preparados estiverem os alimentos que vais comprar, mais caros vão ficar.

É chato perder 30 minutos no talho, compreendo, mas a carne embalada por vezes é mais cara do que a carne ao balcão, onde acaba também por haver mais variedade e onde podes pedir exactamente a quantidade que pretendes. A peixaria tem também peixinho mais fresco do que o balcão dos congelados, verdade?

E vamos lá saber uma coisa: se também sabes cortar fruta e legumes em casa, porque é que não o fazes? É que a Fruta e os Legumes embalados e já arranjados custam muitas vezes o dobro do preço. 

Quanto aos produtos processados ou são mais baratos e têm uma qualidade péssima, ou são mais caros e têm uma qualidade péssima.

Há muita opção e variedade ao nível da alimentação hoje em dia, mas o simples e natural continua a ser o mais vantajoso quer em termos económicos quer em termos nutricionais por isso certifica-te que optas por este tipo de produtos com mais frequência.

reequilibrar-as-financas
5. Faz do Congelador o Teu Melhor Amigo  

O congelador é óptimo para armazenar uma boa promoção que encontraste no supermercado.

Ou para armazenar uma dose de refeição que ficou maior do que o suposto e de repente tens comida para 34 dias.

Comida congelada (feita por ti, claro) é óptima para safar alturas em que não te apetece cozinhar e só tens mesmo de aquecer o prato. 

Podes também cozinhar em quantidades maiores e depois congelares uma parte, de forma a rentabilizares o forno/fogão, poupares tempo e evitares que produtos frescos se estraguem. 

6. Improvisa com os restos

Poupar em alimentação é sinónimo de….MIX DE RESTOS

É proibido, por todos os motivos e mais alguns, deitar comida fora, e os restos podem (e devem!!!) ser todos aproveitados nem que seja para se misturarem uns com os outros.

Quem disse que Bacalhau à Brás com frango é mau? 😅

7. Que nunca te falte sopa

A sopa é um prato super económico, rico nutricionalmente, rápido e fácil de fazer e que salva qualquer refeição. 

Por isso, se queres poupar em alimentação, começa por fazer uma panela de sopa para alguns dias, congela o que te parecer excesso e tem cuidado com o tempo de conservação no frigorífico para a sopa não azedar.

8. Come mais vezes em casa

Há dias em que não apetece mesmo cozinhar, em que faltam as ideias, e em que ir comer a qualquer lado parece sempre muito melhor.

Compreendo perfeitamente.

No entanto, se queres mesmo poupar dinheiro, é este tipo de vontades que tens de conseguir contrariar para cortares ao MÁXIMO este gasto.

9. Leva snacks para o dia 

Leva sempre contigo snacks para o teu dia para não teres de gastar dinheiro em comida de café. 

Fruta, iogurtes, frutos secos, bolachas, tortitas, sandes, barras de cereais, queijinhos, gelatinas, uma fatia de bolo caseiro, enfim… há tantas opções e tão saborosas que o difícil é mesmo escolher. 

 10. Cozinha com antecedência  

Em linha com a organização de que falei no início do post, cozinhar com antecedência permite que tenhas sempre algo para comer em casa.

Se cozinhares a dobrar na noite anterior, consegues facilmente ter o almoço do dia seguinte pronto. Se fizeres uma panela de sopa no início da semana, já não tens de te preocupar mais com isso. Se fizeres alguns pratos no fim de semana, ou deixares prontos alguns acompanhamentos, tens o trabalho mais facilitado durante a semana.

11. Opta pela simplicidade

Os pratos simples, com poucos ingredientes e dos mais comuns, tornam-se bastante mais económicos e rápidos do que as grandes invenções da gastronomia que para além de mais caras são mais demoradas.

Podes deixar essas grandes invenções para o fim-de-semana e optar por comidas mais simples e práticas durante a semana.

Ingredientes que não costumas usar e que compras de propósito para fazer um prato, têm uma grande probabilidade de acabar no lixo, por isso certifica-te que depois lhes dás uso e que não ficam arrumados num canto da despensa.

curso-online-poupanca

Se gostaste destas dicas e queres aprender outras formas super práticas de poupares dinheiro, o meu CURSO ON-LINE DE POUPANÇA 30:30 pode ser o ideal para ti. Carrega aqui para saberes mais.

Não te esqueças de partilhar este artigo com um amigo ou familiar, para o ajudares a poupar algum dinheiro todos os meses.

Obrigada por estares desse lado.

Cat