fbpx
Avançar para o conteúdo

Como Criar uma Rotina Económica

Uma rotina económica é a melhor forma de poupares dinheiro no curto, médio e longo prazo e no artigo de hoje explico-te o que podes fazer para teres uma.

Se o teu estilo de vida te está a custar demasiado dinheiro, não adianta de nada queixares-te mas continuares a fazer as mesmas coisas.

As mesmas acções levam aos mesmos resultados, e se queres um estilo de vida mais económico, tens de mudar a forma como fazes as coisas.

Adotares hábitos mais económicos vai ajudar-te a gastares menos dinheiro todos os meses no teu dia a dia, o que se vai traduzir numa maior capacidade de poupança e investimento no início/final do mês.

Mas antes de avançar, é importante falar do mais importante de tudo: a tua postura e a forma como encaras este processo.

Se decidiste que queres implementar uma rotina económica, é porque sentes necessidade de poupar dinheiro, correto?

Queres construir o teu Fundo de Emergência mais rápido?

Queres liquidar as tuas dívidas o quanto antes?

É para começares a ter mais folga no teu orçamento?

Seja qual for o teu motivo, não te agarres ao sentimento de escassez ou privação, e interioriza sempre os benefícios que um estilo de vida mais económico te vai trazer.

Habituares-te a viver com menos, e de forma mais organizada e consciente vai ajudar-te a ter mais tranquilidade e segurança nos teus dias e a longo prazo.

Não é isso que todos queremos?

Vamos lá então ao que podes fazer para começares a ter uma rotina mais económica.

1 – Organiza a tua Semana

A organização é uma das bases da poupança e é o ponto de partida para muitas das estratégias que te vou deixar.

Se organizares a tua semana consegues escolher fazer aquilo que precisas da forma que for melhor para ti.

Estás, literalmente, no comando.

Se o teu dia estiver organizado, sabes exatamente o que tens de fazer, a que horas e onde. Consegues atribuir tempos e decidir as melhores horas e formas mais económicas de fazeres as coisas.

Com uma semana organizada as deslocações são programadas e otimizadas, não existem refeições esquecidas ou improvisadas, nem gastos desnecessários que não estavam previstos.

Organizares os teus dias dá-te poder, e vai ajudar-te a ganhar tempo e a poupar dinheiro.

É claro que vão sempre existir imprevistos e coisas que fogem do teu controlo.

No entanto, serão exceções e não a regra.

2 – Não faças refeições fora

Se queres ter uma rotina económica, evita ao máximo gastares dinheiro quando estás fora de casa.

E concordas comigo que a alimentação fora de casa é um gasto elevado, certo?

Começa a tomar o pequeno-almoço e o café em casa, e leva a tua refeição para o trabalho ou faculdade.

Se andares sempre com água e com alguns snacks, não vais precisar de gastar dinheiro no café a não ser pontualmente.

Levares a tua própria comida é também uma maneira de comeres de forma mais equilibrada.

Se tiveres o hábito de comer fora de casa e se este for o único que consegues alterar, já vais conseguir poupar muito dinheiro todos os meses.

Para não ser tão violento, começa por reduzir e não por cortar na totalidade.

3 – Otimiza deslocações

Consegues dividir boleias para as atividades dos teus filhos?

É possível dividires o carro com um colega de trabalho?

Consegues juntar todas as voltas que tens de dar num único dia da semana?

Quais as alternativas para não andares a fazer “piscinas” de carro?

Pensa nos trajetos que tens de fazer diariamente e de que forma é que os consegues otimizar.

4 – Planeia as tuas compras

Acaba com as idas ao supermercado dia sim, dia não.

Cada vez que lá entras para ir buscar uma coisa, de certeza que acabas por trazer mais do que aquilo que estavas a contar.

É tempo, combustível e dinheiro que gastas sem necessidade e que consegues poupar se começares a planear as tuas compras.

Se te organizares e definires uma ementa semanal para cozinhares, vais ter sempre em casa comida para fazer, e não vais precisar de estar constantemente a ir ao supermercado buscar ingredientes.

Se queres poupar dinheiro na tua alimentação, cozinha as tuas próprias refeições em vez de mandares vir, ou ires buscar ao takeaway e poupa dezenas ou centenas de euros todos os meses.

jornada da poupança

Com uma ementa para a semana, consegues ir ao supermercado apenas uma vez por semana comprar aquilo de que precisas para a conseguires cozinhar.

Habitua-te a escrever num papel o que te falta à medida que as coisas foram acabando, para teres sempre à mão aquilo que precisas de comprar.

No dia em que decidires ir ao supermercado, leva a lista contigo e vais ver a conta a reduzir substancialmente.

Como te disse, organização é fundamental e este é mais um bom exemplo disso.

5 – Reduz serviços e subscrições

Utilizas com frequência todos os serviços de streaming que tens?

Precisas mesmo de empregada de limpeza e de alguém que te passe a roupa a ferro?

Consegues fazer exercício de forma mais económica?

Existem alternativas gratuitas para subscrições de serviços que pagas?

Quantos mais serviços e subscrições tiveres, mais te vais habituar a um estilo de vida dispendioso e mais necessidades estás a criar na tua rotina.

Não digo para cancelares tudo o que te faz ganhar tempo e te dá prazer, mas alguns ajustes podem fazer a diferença.

6 – Não estejas sempre fora de casa

Quanto mais tempo passares fora de casa, maiores as probabilidades de gastares dinheiro.

Por isso, arranja hobbies em casa ou programas gratuitos com os teus amigos e familiares.

Evita implementar a rotina dos cafés ao final do dia, jantares semanais, passeios pela cidade ou as idas ao “shopping”.

Opta antes por caminhadas no parque ou na praia e serões em casa, onde a probabilidade de te apetecer comprar alguma coisa é menor.

Disciplina-te para te conseguires divertir e socializar sem teres de gastar uma fortuna todas as semanas.

Lembra-te que não tens de implementar todas as estratégias que te dei, caso contrário a tua vida fica aborrecida, verdade?

Mentaliza-te apenas que pequenas cedências e trocas no teu dia a dia vão fazer a diferença no teu estilo de vida que vai ficando cada vez mais disciplinado e habituado a rotinas económicas.

Partilha este artigo com alguém para se juntar a ti na luta por uma rotina mais económica.

Obrigada por estares desse lado.

Cat